Home Matéria de Capa Zoo e Simba são fechados após morte de macaco por febre amarela

Zoo e Simba são fechados após morte de macaco por febre amarela

0
0

Quem visitou o Zoológico, Zoo Safari e Jardim Botânico, na manhã desta terça-feira (23) encontrou os portões fechados, após um macaco bugio ter sido encontrado morto e diagnosticado com febre amarela, informou a Secretaria Estadual da Saúde. As áreas de lazer ainda não têm uma data para reabrir. A ação foi divulgada pelos funcionários como medida preventiva.
A notícia pegou muitos visitantes de surpresa durante a terça-feira (23). “Vim trazer minha filha e minha sobrinha pela primeira vez no Zoológico, mas não vai ser desta vez que elas vão conhecer o local, mas fico tranqüila por saber que neste caso a notícia não foi encoberta e as medidas foram tomadas”, disse Tânia Cecorce.
Nas grades apenas uma faixa com a frase “Parque temporariamente fechado à visitação para ações de prevenção de saúde”. Os seguranças se limitavam apenas em dizer que estava fechado temporariamente por causa da febre amarela.
Anualmente os três parques juntos recebem um público de 1,700 milhão de pessoas. O prejuízo já esta sendo calculado pelos comerciantes locais que praticamente tem as vendas sustentadas pelo público dos parques. “É uma fatalidade que temos que encarar e as autoridades têm que resolver o mais rápido possível. A vida vem em primeiro lugar, mas sofreremos conseqüência desta ação. Basta ver como as ruas estão vazias”, disse o comerciante Cláudio Junior.
O Parque Zoológico explicou que no dia 10 de janeiro, um técnico encontrou um macaco-bugio de vida livre morto nas dependências do parque. O animal foi encontrado durante uma das rondas que passaram a ser realizadas semanalmente. Amostras do sangue do animal foram encaminhadas para análise do Instituto Adolfo Lutz onde foi confirmado o resultado positivo para a febre-amarela deste animal encontrado.
Os 165 macacos que vivem no Zoo começaram a ser transferidos para áreas com telas para evitar ao máximo qualquer contato com o mosquito que transmite a febre amarela silvestre após um animal ter sido encontrado morto devido à doença no local.
Em nota o Zoo esclareceu que “vem há muitos meses intensificando o monitoramento das espécies nativas que ocorrem no PEFI (Parque Estadual das Fontes do Ipiranga), especialmente dos grupos de macacos-bugios, coordenando as ações que contam com a parceria de outras instituições localizadas no Parque (Instituto de Botânica e Parque Cientec). Por meio da busca ativa, semanalmente, nossos profissionais percorrem trilhas em áreas de ocorrência de macaco-bugio para inspecionar as populações que circulam nestes pontos. As atividades internas desta Fundação permanecerão dentro da normalidade. A equipe técnica continuará a fazer o monitoramento dos animais do PEFI e alguns recintos receberão tela de proteção nos próximos dias como ação preventiva contra a doença”, esclarece a nota.
Com a confirmação da morte quatro novos distritos foram incluídos na campanha de vacinação fracionada que teve início na quinta-feira (25): Jabaquara, Cidade Ademar, Cursino e Sacomã.

  • Horóscopo

    Áries: Sua tensão será a grande responsável por atritos e desentendimentos profissionais. …
  • Touareg terá ‘toque brasileiro’ na 3ª geração

    Desenho do novo SUV foi assinado pelo designer brasileiro Arnaldo Cruzeiro, que trabalha n…
  • Cotidiano marca “Malhação”

    E vem aí, mais uma temporada de “Malhação” com a missão de manter os bons índices de audiê…
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregaer Mais em Matéria de Capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *