Home Matéria de Capa Museu do Ipiranga já tem acervo digital

Museu do Ipiranga já tem acervo digital

0
1

O mais antigo museu de São Paulo, o Museu do Ipiranga, está interditado para o público desde o dia 3 de agosto de 2013, mas é possível fazer uma visita virtual pelo acervo de um dos principais monumentos históricos.
Em fevereiro foi firmada uma parceria entre o Museu do Ipiranga e a Wikimedia (fundação que cuida da Wikipedia e de outros produtos Wiki) no Brasil. Um projeto-piloto colocou no ar as primeiras 149 fotos do acervo da instituição, que soma mais de 70 mil fotografias históricas.
A leva conta com imagens de quadros feitas pelos italianos Alfredo Norfini e Antonio Ferrigno, que retratam uma São Paulo de meados do século XIX, com canaviais e lavouras de café. Paulista de Itanhaém, Benedito Calixto de Jesus pintou quadros dessa mesma época, por encomenda do museu, de outros municípios e de uma capital ainda com poucas edificações.
Em Inundação da Várzea do Carmo, de 1892, vê-se o atual Parque Dom Pedro com o Rio Tamanduateí em seu curso normal. Já em Rua do Rosário, de 1858, o desenhista paulistano José Wasth Rodrigues produz uma imagem peculiar, a partir de um retrato original de Militão Augusto de Azevedo, inserindo no quadro personagens de sua própria imaginação. Retratos de personalidades da época foram produzidos por Oscar Pereira da Silva e Tarsila do Amaral.
À primeira vista pode parecer mais uma ação museológica para servir de chamariz ao público. É mais que isso. O objetivo da parceria é abrir o acervo histórico do Museu do Ipiranga para que qualquer um possa baixar as imagens em alta resolução e usá-las livremente.
Quarto maior site da internet em audiência, a Wikipedia, uma enciclopédia colaborativa, universal e multilíngue, tem o poder de alavancar o acesso a essas imagens em escala astronômica.
Liberar o acesso público de imagens pela Wikipedia tem uma dimensão maior e mais simbólica do que a proposta do Google Arts & Culture, que também procurou o Museu do Ipiranga e deve firmar parceria de outra natureza, como as já feitas com o Masp e a Pinacoteca.
O Museu do Ipiranga, que ficará fechado pelo menos até 2022, ganha assim uma nova chance. Ao abrir o conteúdo para uso e apreciação livres, o Museu do Ipiranga permite que reparações históricas sejam realizadas pela própria população.
Além do Museu do Ipiranga outras instituições brasileiras como o Arquivo Nacional, a Matemateca e o Museu da Imigração aderiram ao sistema virtual.

  • Horóscopo

    Áries: Não desanime se algo deu errado. Não é preciso vencer sempre, mas é fundamental nun…
  • Forró para todas as idades na Galeria Olido, no Centro

    Um grande baile de xote, baião e arrasta-pé é o prato cheio para quem gosta de dançar e nã…
  • Edge ganha visual atualizado

    A Ford adiantou uma das novidades do SUV Edge 2019. O veículo acaba de ganhar uma reestili…
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregaer Mais em Matéria de Capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *